Coordenação do Curso de Graduação em Psicologia



Contatos

COORDENAÇÃO

Coordenadora: Profª Drª Paula Land Curi

Vice-Coordenador: Prof. Drª. Clarissa Socal Cervo

E-mail: ggp.ips@id.uff.br

 

SECRETARIA

Horário de Atendimento:
2ª à 6ª feira, das 07 às 19h

E-mail: secretaria.ggp.ips@id.uff.br,
              ggp@vm.uff.br

Telefone: 2629-2298


ENDEREÇO

Campus do Gragoatá, Bloco N, 4º andar, Sala 401 (Atual sala 13) - CEP: 24.210-201 Niterói, Rio de Janeiro/RJ - Brasil

Mapa de Acesso

Pesquisar no Google Maps

Perfil do Egresso

 

A política de formação do Curso de Graduação em Psicologia – Niterói afirma a indissociabilidade entre pesquisa-ensino-extensão e entre o conhecimento e a intervenção psicossocial, assim como o respeito à ética e o aprimoramento e capacitação contínuos.

Para esse fim, espera-se que o egresso do Curso de Psicologia possua:

  1. Habilidades e competências relativas ao ensino, à pesquisa e às intervenções profissionais, pautando-se pela indissociabilidade entre ciência e profissão e no reconhecimento da diversidade de perspectivas necessárias para compreensão do ser humano;
  2. Capacidade de desenvolver no exercício da profissão a interlocução real e prática com campos de conhecimento que permitam a apreensão da complexidade e multideterminação do fenômeno psicológico;
  3. Capacidade de fazer uso crítico de diferentes teorias e métodos em psicologia, numa perspectiva em que a intervenção profissional não é mera aplicação de conhecimentos já aprendidos, mas sim produção de conceitos e métodos adequados às intervenções profissionais concretas;
  4. Capacidade de trabalhar na formulação de políticas públicas, bem como na sua construção em diferentes serviços públicos e movimentos sociais para a promoção de direitos humanos e justiça social.
  5. Engajamento com a crítica à hegemonia do perfil liberal e individualista da profissão do psicólogo, através da compreensão crítica dos fenômenos sociais, econômicos, culturais e políticos do País, fundamentais ao exercício da cidadania e da profissão;
  6. Habilidade de escutar, mas também de saber expor suas posições sem pretender ser neutro, fazendo a análise de suas implicações.
  7. Capacidade de empreender diferentes estratégias de intervenção em gestão de pessoas, desenvolvendo os conhecimentos já existentes;
  8. Capacidade de desenvolver novos métodos e técnicas para além dos modismos do mercado;
  9. Capacidade de atuar como um (a) cidadão (ã) bem informado (a) e profundamente motivado (a), capaz de pensar criticamente e de analisar os problemas junto à sociedade, procurando suas soluções e aceitando as responsabilidades sociais daí decorrentes;
  10. Habilidade de transitar nas diferentes áreas do saber e da prática da profissão;
  11. Capacidade de atuar em equipes multidisciplinares, buscando responder aos desafios contemporâneos do mercado de trabalho e da sociedade como um todo;
  12. Habilidade para identificar demandas de ordem psicológica e traçar estratégias adequadas de resposta e intervenção;
  13. Capacidade para elaborar projetos de intervenção, pautados no respeito às características da população atendida;
  14. Competência para identificar problemas e elaborar metodologias de investigação científica no campo da Psicologia e em sua interface com outras ciências;
  15. Habilidade para avaliar problemas de ordem cognitiva, afetiva e comportamental em diferentes contextos;
  16. Capacidade para elaborar diagnósticos em nível individual, grupal ou institucional e formular planos de intervenção em quaisquer desses níveis;
  17. Habilidade para investigar, coordenar e manejar os processos grupais, considerando as diferenças individuais e socioculturais dos diferentes grupos humanos;
  18. Capacidade de colocar em questão as tentativas reducionistas, deterministas ou meramente técnicas de definição dos sujeitos;
  19. Capacidade de promover a saúde e qualidade de vida dos sujeitos, grupos, comunidades e organizações nos distintos contextos, através dos métodos próprios da profissão, acatando as determinações e diretrizes do código de ética da profissão
  20. Capacidade de produzir textos de pareceres e relatórios, quando necessário, de forma clara e bem articulada;
  21. Habilidade para atuar de forma reflexiva e atenta, evitando reproduzir modos prescritivos e diretivos de atuação.

 

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados